Ogier-Mex-01

Só está a dar Ogier no México

14 março 2020

Sébastien Ogier voo nesta sexta-feira, primeiro dia completo de ação no Rally do México, tendo-se colocado em excelente posição para assinar a sexta vitória na prova centro-americana.

Sob condições climatéricas quentes, o piloto do Toyota Yaris conseguiu evitar o drama vivido pelos rivais e terminou a etapa com 13,2 segundos de margem sobre Teemu Suninen (Ford Fiesta), enquanto Elfyn Evans foi terceiro depois de roubar a posição ao Campeão do Mundo Ott Tänak na última classificativa.

Ogier assumiu a primeira posição ainda cedo, roubando-a a Tänak logo na primeira especial do dia, El Chocolate, e acabou por liderar o resto do dia. O gaulês tirou bom partido de um raro erro do estónio, que teve de levar o Hyundai até ao final da etapa ao colo com danos na suspensão traseira do Hyundai i20.

Enquanto isso, a forte prestação de Suninen nos traiçoeiros troços de terra foi algo ofuscada pela aparatosa desistência do colega de equipa Esapekke Lappi, cujo Ford Fiesta se desfez em chamas logo após a segunda passagem por El Chocolate. Apesar dos melhores esforços das equipas de bombeiros, o carro não teve salvação.

O líder do Campeonato, Evans, terminou a etapa em terceiro com o Yaris. A abrir a estrada, o galês debateu-se com falta de aderência e terminou a 33,2s da frente.

Apesar de ter perdido mais de 40 segundos no primeiro dia de prova, Tänak mostrou determinação para recuperar na tabela classificativa. Uma condução ousada em Las Minas 2 viu o piloto do i20 ganhar quatro posições de uma assentada. Apenas dois décimos de segundo o separam de Evans.

O regresso de Tänak ao topo da tabela de tempos deveu-se, em parte, aos problemas do colega de equipa Thierry Neuville. O belga estava na luta pelos três primeiros quando o i20 parou com problemas elétricos. Dani Sordo, com carro semelhante, também se debateu com complicações técnicas, fazendo com que tenha sido um dia para esquecer para os construtor coreano.

Kalle Rovanperä foi quinto após dia exigente. Ele superou um furo lento para terminar a 2,3s de Tänak.

Patrocínios
scroll up