Há sempre uma primeira vez

20 maio 2018

Nunca em 52 anos de história do Vodafone Rally de Portugal um piloto belga ou uma marca sul-coreana tinham conseguido a vitória. Thierry Neuville e a Hyundai juntaram-se á lista de vencedores da prova portuguesa do Campeonato do Mundo após esta sexta etapa do calendário 2018.

No que a pilotos diz respeito, o triunfo de Neuville torna a Bélgica o décimo país distinto a vencer a competição ao mesmo tempo que o homem do i20 se torna no 32º piloto diferente a vencer, numa lista onde o recorde de vitórias está nas mãos de Alen e Ogier. A Finlândia é a nação com mais vitórias (15) e no lote de vencedores estão cinco pilotos lusos que dividem sete triunfos na prova. Armindo Araújo é o português mais bem sucedido com três primeiros lugares conseguidos em 2003, 2004 e 2006. Resultados assinados quando a prova estava fora do calendário do WRC – o piloto de Santo Tirso, a par de Miki Biasion e Hanu Mikkola, é o terceiro homem com mais vitórias no Vodafone Rally de Portugal – numa lista onde constam igualmente os nomes de Rui Madeira (1996); Joaquim Moutinho (1986); Francisco Romãozinho (1969) e José Carpinteiro Albino, o primeiro de todos em 1967.

Entre as 12 marcas que conseguiram vencer a prova a que mais sucessos assinou foi a italiana Lancia com oito triunfos ao longo da história e onde o mítico Delta venceu por cinco vezes (uma na versão HF 4WD e as restantes com o Integrale que ainda hoje faz sonhar os amantes e apaixonados da modalidade). Entre os modelos de Turim, vitórias igualmente para o Stratos, Fulvia HF 1600 e HF 1300. As 12 marcas vencedoras no Vodafone Rally de Portugal conseguiram-nos com 29 modelos distintos, o que torna o Hyundai i20 Coupé WRC no 30º modelo distinto a vencer e a casa sul-coreana a 13ª marca com sucesso na competição organizada pelo Automóvel Clube de Portugal.

Patrocínios
scroll up