Só está a dar Tanak

27 abril 2018

Depois de ter sido segundo na Super Especial em Villa Carlos Paz, e de ter começado o dia com um pião e um décimo tempo, Ott Tänak não deu hipóteses aos rivais. O estónio já tinha dito no final de quinta-feira que o seu podia “ser um carro para ganhar o rali” e a verdade é que a julgar pela prestação de hoje tem razão.

O jovem do Toyota Yaris WRC esteve imparável e venceu cinco especiais em sete para anular os mais de 23 segundos de atraso com que começou o dia e terminar com mais de 22 de margem para os rivais.

Enquanto isso, Kris Meeke foi o único que conseguiu manter a distância mais curta para a frente. O irlandês da Citroën assinou quatro resultados nos três primeiros o que lhe valeu o segundo posto.

Mais irregular, Thierry Neuville logrou, ainda assim, terminar em terceiro. Contudo, o belga da Hyundai não tem margem para erro. O seu colega de equipa Dani Sordo terminou o dia em quarto a apenas 0,9s de distância, o que mostra bem o quão aberta está a luta pelo pódio na Argentina.

Atrás deles, em quinto, surge o Campeão do Mundo Sébastien Ogier. O gaulês da Ford ainda começou o dia na frente, mas acabou por perder ritmo e está agora a mais de meio segundo da frente. Ainda assim, se o rali terminar assim, Neuville ganha-lhe terreno, mas não muito.

Craig Breen (Citroën), Andreas Mikkelsen (Hyundai), que chegou a andar na frente, Esapekka Lappi (Toyota), Elfyn Evans (Ford) e Teemu Suninen (Ford) completam o Top 10.

Fora de ação está Jari-Matti Latvala, que bateu numa pedra e partiu a suspensão frontal direita do Yaris WRC. O finlandês não vai, de todo, voltar à prova.

Patrocínios
scroll up