media-vrp2018

Acreditação Media

31 março 2021

MEIOS DE COMUNICAÇÃO NACIONAIS (Jornais, Revistas, Rádios e Websites)

Os pedidos de acreditação devem ser feitos online.

Uma vez que o site foi reformulado para dar cumprimento ao RGPD, têm obrigatoriamente de efetuar novo registo.

O pedido de registo deve ser efetuado on-line, devendo indicar nome da publicação ou agência, identificação de quem efetua o pedido e endereço eletrónico.

Os dados de acesso serão enviados para o endereço eletrónico facultado.

Pedidos incompletos, sem o preenchimento de todos os campos e/ou sem serem acompanhados da documentação exigida não serão considerados como válidos, pelo que não obterão qualquer resposta.

O Serviço de Acreditação entrará em contacto, por escrito, com os meios de comunicação cujos pedidos sejam aceites até duas semanas antes do evento.

Esse documento será indispensável para o levantamento da acreditação. 

Se o elemento acreditado não tiver possibilidade de estar presente no evento, deverá comunicar esse facto até sete dias antes da abertura da acreditação para o Serviço de Acreditação ([email protected]).

As acreditações são atribuídas a título pessoal e intransmissíveis pelo que só podem ser levantadas pelos respetivos titulares. 

Não serão aceites quaisquer tipos de documentos para levantamento de credenciais de terceiros.

Para efetuarem o levantamento das acreditações, os jornalistas TÊM de levar consigo todos os documentos que venham a ser solicitados devidamente assinados, ou enviá-los previamente por mail.

Quem não se apresentar com a documentação assinada, terá de abandonar o Centro de Acreditações, assinar a documentação e voltar a aguardar a sua vez na fila.

Quem enviar toda a documentação devidamente assinada por mail até ao dia anterior àquele em que vai levantar a credencial, terá apenas de apresentar o e-mail de resposta a acusar a receção da documentação, bem como documento de identificação pessoal, para um levantamento mais rápido da acreditação (informações mais detalhadas aquando do envio do mail a confirmar a aceitação do pedido de acreditação).

Websites e Rádios que pretendam fazer cobertura de vídeo do evento terão de efetuar o pedido de acreditação junto do WRC Promoter para [email protected].

O mesmo aplica-se a todos os sites que pretendam transmitir imagens de vídeo do evento, sejam diretos, diferidos ou resumos.

REGRAS E DOCUMENTAÇÃO PARA ACREDITAÇÃO

Regras

a) Serão acreditados no máximo três representantes (jornalistas e/ou fotógrafos) por Meio de Comunicação Escrita. Websites têm direito apenas a uma credencial de jornalista;

b) Uma publicação deverá ter uma circulação cuja dimensão e quantidade preencham o critério da FIA e devem estar à venda ao público. Publicações de empresas ou de clubes não serão consideradas. As decisões para a acreditação serão baseadas levando em linha de conta o “mercado dos media” do país em que a prova se realiza;

c) A tiragem mínima habitual para uma publicação nacional semanal ou mensal é de 20.000 cópias, e para um diário nacional de 50.000 exemplares;

d) Representantes de agências de publicidade, relações públicas, marketing ou de patrocinadores não serão acreditados como “Media”;

e) Equipas privadas com pilotos prioritários podem solicitar acreditação para um representante “Media” diretamente para a FIA WRC Media Delegate;

f) Os escritórios centrais e locais das principais agências noticiosas internacionais (AP, AFP, Reuters, ANSA, UPI, DPA, LUSA, BELGA, JIJI, KYODO, EFE, Press Association, SAPA, Australian AP, APA, etc) têm de ser acreditados pela FIA.

Documentação a acompanhar cada pedido

a) Pedido formal de acreditação escrito em papel timbrado da publicação, assinado pelo diretor ou pelo chefe de redação. Pedidos assinados por qualquer outro elemento não serão aceites;

b) Formulário de acreditação online devidamente preenchido;

c) O(s) nome(s) do(s) representante(s) que efetuarão a cobertura da prova;

d) Uma fotocópia da Carteira Profissional de Jornalista do(s) representante(s) que efetuarão a cobertura da prova;

e) A(s) função(ões) do(s) representante(s);

f) Informação sobre a publicação, como circulação, tiragem e periodicidade. No caso de Websites a informação a facultar deverá dizer respeito a visualizações e visitantes únicos;

g) Um exemplar original da publicação;

h) Fotocópias ou originais de material publicado sobre o Vodafone Rally de Portugal dos últimos dois anos;

i) Um número de contacto;

j) Uma confirmação formal do diretor de que será publicado um artigo sobre o Vodafone Rally de Portugal do presente ano, com a indicação de quando será efetuada essa publicação;

l) Pedidos de freelancers terão de ser acompanhados por uma lista de colaborações publicadas nos últimos 12 meses, especificando os nomes das publicações, os números, as datas dos artigos e cópias destes.

Nota: f), g) e j) não se aplicam para as principais agências noticiosas; h) não se aplica a uma publicação que se acredite pela primeira vez; g) não se aplica a Websites e Rádios.

A não apresentação de qualquer um dos elementos indicados acima torna o pedido irrelevante e faz com que o mesmo não seja considerado!

IMPRENSA, AGÊNCIAS E WEBSITES INTERNACIONAIS

Os pedidos de acreditação para Imprensa internacional devem ser efetuados diretamente no sitehttps://wrc.ams.fia.com/

O Departamento de Relações Exteriores da FIA comunicará por escrito o resultado do pedido de acreditação à publicação ou agência até duas semanas antes do evento.

Esse documento será indispensável para o levantamento da acreditação.

Se o elemento acreditado não tiver possibilidade de estar presente no evento, deverá comunicar esse facto para o Departamento de Relações Exteriores da FIA até sete dias antes da abertura da acreditação.

TELEVISÃO

Todos os pedidos de acreditação de canais de televisão têm ser enviados diretamente para o WRC Promoter para o seguinte email: [email protected]

Websites e Rádios que pretendam fazer cobertura de vídeo do evento deverão proceder em conformidade com o procedimento aplicado a Televisões.

ACREDITAÇÃO DE FOTÓGRAFOS

Fotógrafos nacionais

As publicações ou agências nacionais que solicitem acreditação deverão comprovar a cobertura independente de um mínimo de 15 fotografias do Vodafone Rally de Portugal dos últimos dois anos publicadas (em Meios de Comunicação Escrita) e assinadas por elemento acreditado. No caso de ser a primeira vez que faz o pedido de acreditação, o mesmo será submetido à aprovação da FIA WRC Media Delegate. Contudo, deverá fazer prova de 15 fotos, sobre outro tema, publicadas e assinadas em Meios de Comunicação Escrita.

No caso das agências, as fotos deverão ter sido fornecidas às publicações de acordo com os critérios da FIA. As publicações terão de demonstrar que as fotos publicadas são originais do fotógrafo acreditado pela publicação.

A FIA limita a 12 (doze) o número de coletes para fotógrafos nacionais. A prioridade será dada às publicações e agências nacionais com base na circulação e tiragem e na cobertura de edições anteriores do Vodafone Rally de Portugal.

Para as publicações que não conseguirem acreditar fotógrafos devido a estas limitações, a organização disponibilizará uma forma de poderem aceder gratuitamente a fotos da prova.

Fotógrafos internacionais

As publicações ou agências internacionais que solicitem acreditação deverão comprovar a cobertura independente de um mínimo de 15 fotografias do Vodafone Rally de Portugal dos últimos dois anos publicadas (em Meios de Comunicação Escrita) e assinadas por elemento acreditado. A acreditação deverá ser solicitada à FIA – WRC Accreditation Unit.

No caso das agências, as fotos deverão ter sido fornecidas às publicações de acordo com os critérios da FIA. As publicações terão de demonstrar que as fotos publicadas são originais do fotógrafo acreditado pela publicação.

O número de passes para fotógrafos internacionais está limitado pela FIA a 30.

Fotógrafos comerciais/promocionais nacionais e internacionais

Os fotógrafos nestas condições deverão enviar os seus pedidos para o WRC Promoter para o seguinte email: [email protected].

Condicionamentos provocados pela pandemia de Covid-19

Devido à pandemia de Covid-19, os pedidos de Acreditação para todos os eventos da presente época do Campeonato do Mundo de Ralis, estão sujeitos a requisitos e limitações extra. 

Alguns destes impostos pelas autoridades nacionais, outros pelo Plano de Contingência Covid-19 (em finalização) e outros pelo exposto no Apendix S da FIA.

Entre as limitações já em vigor, inclui-se uma redução no número de acreditações a atribuir.

Adicionalmente a imprensa NÃO TEM ACESSO ao Parque de Assistência, que é considerado Zona de Alta Densidade. 

Desta forma, interações entre pilotos e jornalistas só serão possíveis na Media Zone na Exponor (nos seus horários normais, ou por marcação direta com os pilotos), sempre com Distanciamento Social e com utilização de máscara facial em todos os momentos.

Os Media Tabard (coletes de fotógrafos e TV) têm acesso à Sala de Imprensa e aos Troços, ambos considerados Zonas de Baixa Densidade. 

Contudo, os Media Tabard NÃO TÊM ACESSO ao Parque de Assistência nem às Conferências de Imprensa.

O mesmo se aplica no Final dos Troços, zona cujo acesso está limitado ao WRC TV, parceiros televisivos e rádio oficial. 

O acesso à zona do final do Power Stage, em Fafe, estará extremamente limitado. 

O acesso aos pódios está limitado à Torre de Fotógrafos, que é considerada Zona de Baixa Densidade.

As Conferências de Imprensa têm lugar online, via Zoom. 

Os jornalistas podem colocar as suas questões. 

Mais informações sobre este procedimento serão disponibilizadas no Gabinete de Imprensa.

A organização vai disponibilizar serviço de fotografias para suprir as necessidades de imagens das Zonas de Alta Densidade.

Para efetuar o pedido de acreditação clique no link que se segue:

https://pressmotorsport.acp.pt/

Patrocínios
scroll up