Sordo-02

Sordo vence na Sardenha

11 outubro 2020

Dani Sordo bem que pode agradecer aos dois primeiros dias de prova muito bem conseguidos. Não fosse isso, a prestação hoje apresentada, sempre a perder tempo para os mais diretos adversários, teria seguramente ditado a perda da liderança e impedido o espanhol de conquistar a primeira vitória do ano.

A participar apenas em algumas rondas do Campeonato do Mundo, o homem da Hyundai acabou por contribuir de forma significativa para a luta pelo título que Elfyn Evans está a levar a cabo de forma algo surpreendente. É que, ao vencer fez com que o quarto posto final do britânico acabasse por representar uma perda de pontos mais reduzida para os rivais mais diretos.

Quem também acabou por ajudar nesse particular foi o colega de equipa de Sordo. Thierry Neuville, que ganhou em Monte Carlo, compensou agora as prestações negativas do México e Estónia ao terminar em segundo. O piloto da Hyundai levou a cabo animado duelo com Sébastien Ogier e acabou por levar a melhor ao cair do pano, assumindo o intermédio do pódio ao terminar o Power Stage com o segundo melhor registo. Um desfecho que lhe permitiu subir ao terceiro posto na tabela de pontos do Campeonato do Mundo.

Enquanto isso, Ogier, que tinha por objetivo reduzir ao máximo o deficit pontual para o colega de equipa Evans, não se revelou muito bem sucedido. É certo que ao fechar o pódio e a ser também terceiro no Power Stage ganhou pontos, mas com o britânico a ser quarto da geral, e também no Power Stage, o ganho do francês foi curto.

Enquanto isso, o Campeão do Mundo Ott Tänak voltou a ter uma ronda complicada, não indo além do sexto posto da geral, à frente de Teemu Suninen, um resultado ao qual juntou ainda a vitória no Power Stage. Ainda assim, o bastante para subir na classificação e manter acesa a esperança de revalidação do título.

Assim, e em termos de classificação, o Campeonato deixa a Sardenha com Evans na mesma na frente da tabela de pontos, agora com 111. Atrás dele, e isolado, surge agora Ogier (97), seguido de Neuville (87) e de Tänak (83).

Patrocínios
scroll up