SS12neuville

Latvala fora da corrida pela vitória, Neuville vence SS12

01 junho 2019

O piloto finlandês da Toyota baixou do segundo para o quinto lugar, a mais de um minuto do líder.

Na segunda passagem pela especial de Cabeceiras de Basto (SS12), onde Neuville (Hyundai) foi o mais rápido, a Toyota sofreu um rude golpe, apesar do seu domínio nesta edição do Vodafone Rally de Portugal. A equipa de Tommi Mäkinen “perdia” um dos elementos da sua guarda avançada na proteção ao líder Ott Tänak: Jari-Matti Latvala. De facto, confirmaram-se os piores receios, no seguimento da suspeita de um amortecedor dianteiro do Yaris partido na especial anterior (Vieira do Minho 2). Em Cabeceiras de Basto 2 o piloto finlandês perdia nada menos que 56 segundos, baixando da segunda para a quinta posição da tabela classificativa, já a 1m05,2s do seu colega de equipa e líder do Rally.

À entrada para Amarante 2 (SS13), e depois de os principais candidatos à discussão dos lugares cimeiros terem imprimido um ritmo menos veloz com o objetivo de poupar pneus, o leque de candidatos ao triunfo no Rally ficou reduzido a um quarteto. Na frente, Ott Tänak tinha o seu colega Meeke a 15.2s, Neuville a 21.9s e Ogier (Citroën) a 30.2s. E estas diferenças ainda irão ser esgrimidas, antes do regresso a Matosinhos, para o final da jornada, nos 37,60 Km de Amarante 2, último troço do dia.

Tudo sem alterações na classe WRC2Pro, já que Kalle Rovanperä (Skoda) continua a dominar o seu colega de equipa Jan Kopecky, por 46.4s.

Até agora líder da WRC2, o japonês Takamoto Katsuta (Ford Fiesta) ficou pelo caminho em Cabeceiras de Basto 2, abrindo caminho à liderança do francês Pierre Loubet (Skoda Fabia), que dispõe de um pecúlio de 17 segundos face ao finlandês Eerik Pietarinen (Skoda Fabia).

Patrocínios
scroll up