Sexto título para Ogier

18 novembro 2018

Uma condução tranquila rumo ao quinto lugar por parte de Sébastien Ogier no Rally da Austrália foi um contraste claro com os desaires de Thierry Neuville e Ott Tänak, que sofreram acidentes ao cair do pano quando tentavam manter vivas as esperanças.

A calma de Ogier tornou-se bem visível depois da chuva forte ter transformado as estradas florestais de terra em trilhos de lama. Enquanto o piloto da Ford rodou sem erros, Neuviile e o líder de sábado tiveram de evitar arbustos durante as primeiras três especiais da manhã.

Mas o pior estava ainda por vir. Neuville parou o Hyundai i20 WRC a três especiais do final depois de ir parar a uma valeta e ter ficado sem a roda traseira do carro. Na classificativa seguinte Tänak bateu numa árvore e o Toyota Yaris WRC ficou sem tração.

Ogier, que venceu todos os Campeonatos desde 2013 e está apenas a três do recorde do compatriota Sébastien Loeb, teve então a oportunidade de festejar o título ainda durante o Power Stage sabendo que tinha já garantido a coroa naquela que foi a sua última participação pela M-Sport antes de ir para a Citroën em 2019.

“Foi uma época incrível, muito renhida. Há não muito tempo pensávamos que ia ser difícil conquistar este título, mas nunca desistimos. Demos tudo, com uma equipa fantástica a apoiar-nos e a manter-nos na luta e no final conseguimos o título no último rali. É muito emocionante,” disse Ogier.

O primeiro desentendimento de Tänak com as árvores levou-o a ceder a liderança para o colega de equipa Jari-Matti Latvala, e depois a desistência do estónio acabou por permitir ao finlandês a conquista da primeira vitória desde fevereiro de 2017. Além disso, o resultado permitiu a Latvala dar continuidade ao recorde de vencer uma jornada do WRC em todas as épocas desde 2008.

O triunfo de Latvala também serviu para a Toyota Gazoo Racing conquistar o título de Construtores naquele que foi apenas o segundo ano da marca após o regresso ao WRC ao cabo de 17 anos de ausência.

“Foi muito tempo, quase dois longos anos. Estava a perder a esperança de que venceria um rali, mas estas condições traiçoeiras aqui acabaram por jogar a meu favor,” disse Latvala, que venceu com 32,5 segundos de vantagem.

Hayden Paddon sobreviveu às dificuldades de domingo para conquistar o segundo posto, o seu melhor resultado do ano, enquanto Mads Østberg, que liderou na sexta-feira, completou o pódio apesar de também ele ter batido numa árvore.

Esapekka Lappi foi quarto, com Elfyn Evans a completar o Top 6 atrás de Ogier.

Patrocínios
scroll up