Vodafone Rally de Portugal regressa com emoção redobrada

03 maio 2018

Se Portugal está cada vez mais na moda, a ronda portuguesa do Campeonato do Mundo de Ralis há muito que é uma das preferidas entre pilotos e marcas marcam presença na prova do Automóvel Club de Portugal, que este ano conta com 88 inscritos.

A edição 2018 do WRC Vodafone Rally de Portugal é aguarda com grande expetativa por todos os adeptos de ralis: conseguirá o atual campeão do mundo, Sebastien Ogier, derrubar o recorde de cinco vitórias em Portugal, alcançado há 30 anos por mítico Markku Allen?

A resposta chega entre 17 e 20 de maio nos troços do norte do País na 5ª ronda do mundial de ralis, uma das mais atrativas do campeonato e responsável em 2017 por um retorno económico para a região de 137 milhões de euros.

Para o enorme sucesso desta prova, disputada há 4 anos na região norte, o contributo do Turismo do Porto e Norte e das autarquias onde a prova se disputa é um pilar decisivo para a continuidade do campeonato do mundo de ralis em Portugal.

Programa consolidado

A Exponor, em Matosinhos, permanece como sede da prova, palco das verificações administrativas e técnicas, do parque de assistência e da maior parte das partidas e chegadas. Com entrada gratuita de quarta-feira a domingo, será o local perfeito para o público poder ver bem de perto as máquinas do WRC e contactar com os pilotos.

O primeiro dia de prova, quinta-feira 17 de maio, começa em Paredes com o Shakedown, o derradeiro teste para os pilotos e os carros, antes da cerimónia de partida oficial em Guimarães, no Campo de São Mamede. Dali, o pelotão segue para o Circuito de Lousada para a única Super Especial do rally, onde acontece o primeiro momento de competição da prova.

Sexta-feira, 18 de maio, a edição é disputada quase toda nos troços do Alto Minho, com dupla passagem pelos troços de Viana do Castelo, Caminha e Ponte de Lima, todos eles a sem alterações face ao ano anterior. O final do dia faz o rally regressar ao centro da cidade do Porto. O Porto Street Stage surge com um percurso renovado, dois anos após a estreia: arranca na Sé do Porto, subindo depois junto à Estação de São Bento e à Brasileira para voltar a levar as emoções do Mundial de Ralis à Avenida dos Aliados. Daí, os carros sobem até à Torre dos Clérigos para terminarem os 1,95 km de especial em frente ao Tribunal da Relação.

O dia de sábado arranca com a classificativa de Vieira do Minho, seguindo para Cabeceiras de Basto, na Serra da Cabreira, e, como é já tradição, a incontornável classificativa de Amarante, que com os seus 37,6 km, volta a ser a Especial mais longa e uma das mais exigentes do rally.

O último dia de prova é uma homenagem do Rally de Portugal e do Automóvel Club de Portugal ao concelho de Fafe, palco de todos os troços de domingo. Além da tradicional dupla passagem pela classificativa de Fafe-Lameirinha, a última das quais disputada sob o regime de Power Stage, os troços de Montim, este ano com duas passagens, e Luílhas voltam a fazer parte integrante do programa.

A cerimónia de pódio volta a ter lugar na Marginal de Matosinhos junto do muito público para uma grande festa final.

Ogier na mira de todos

A lista de inscritos do Vodafone Rally de Portugal volta a contar com os principais nomes do Campeonato do Mundo de Ralis, havendo mesmo o caso da Hyundai que traz a equipa completa.

As atenções estão, porém, apontadas para o atual campeão do mundo, Sébastien Ogier. Quer por permanecer líder do campeonato deste ano, mas especialmente por poder quebrar o recorde de 30 anos de Markku Alen, vencedor de cinco edições consecutivas do Rally de Portugal.

Thierry Neuville, o segundo da geral do WRC, é o cabeça de cartaz da Hyundai, que conta com o espanhol Dani Sordo, Hayden Paddon e Andreas Mikkelsen.

Do lado da Toyota, Jari-Matti Latvala, um dos outros três pilotos da atualidade com vitórias no VRP, e Esappeka Lappi, autor do Melhor Salto do Ano de 2017, contam desta feita com companhia de Ott Tänak, que chega a Portugal com motivação extra depois de ter conquistado a primeira vitória do ano na Argentina.

A Citroën apresenta-se também com três viaturas, fazendo alinhar Kris Meeke, vencedor da edição de 2016 do Vodafone Rally de Portugal, Craig Breen e, novidade na formação, Mads Østberg, também ele a ter já ganho em Portugal.

WRC2 mais disputado em Portugal

O campeonato WRC2 será outra das atrações do Vodafone Rally de Portugal, com a Skoda a apresentar-se como favorita, já que venceu quatro das cinco provas já disputadas este ano. Mas a Ford, principalmente pela mão de Takamoto Katsuta, que alinhou no Rally de Mortágua para se acostumar à terra portuguesa e que foi o único até ao momento a bater os carros checos, é uma marca a ter em atenção.

Vodafone Rally de Portugal também pontua para o WRC Júnior

Este ano o Vodafone Rally de Portugal também conta com a presença de 14 inscritos no WRC Júnior, competição organizada pela M-Sport Polónia.

Nacional de ralis faz regressar Armindo Araújo

O Vodafone Rally de Portugal volta a fazer parte do Campeonato de Portugal de Ralis, que se tem revestido de uma disputa acesa pelo pódio, graças a um significativo pelotão de viaturas R5.

Com 17 pilotos inscritos, são vários os nomes de olho na vitória nacional, mas as atenções recaem em Armindo Araújo que está de regresso ao campeonato do mundo, depois de ter rodado em 2017 com o carro 0 no WRC Vodafone Rally de Portugal. O português mais bem sucedido no Rally de Portugal volta com ambição redobrada, já que em caso de vitória, se pode tornar líder do campeonato nacional. De olhos postos nessa possibilidade estão outros grandes nomes do automobilismo nacional como Pedro Meireles, José Pedro Fontes ou Miguel Barbosa.

Peugeot Rally Cup Ibérica arranca no Vodafone Rally de Portugal

Os novos talentos dos ralis têm a primeira de 6 provas da Peugeot Rally Cup Ibérica 2018 logo no primeiro dia do Vodafone Rally de Portugal. Numa iniciativa conjunta das filiais portuguesa e espanhola da Peugeot, com o apoio logístico da “Sports & You”, este troféu de ralis ibérico vai começar de forma muito dinâmica, com a participação de 21

Sustentabilidade ambiental

A sustentabilidade ambiental é um fator decisivo e obrigatório de todas as provas do WRC 2018. Nesse âmbito, o Vodafone Rally de Portugal foi certificado com o nível máximo de certificação ambiental da Federação Internacional do Automóvel - Achievement of Excellence.

O Vodafone Rally de Portugal vai assinalar o Dia Internacional da Reciclagem (17 de maio) com várias mensagens e iniciativas que visam sensibilizar o público a juntar-se à organização da prova para minimizar o impacto Segurança é responsabilidade de todos

As zonas destinadas aos espectadores estão assinaladas a verde, todas as outras áreas são de acesso interdito. É fundamental que respeite a sua própria segurança e a do Rally em geral.

Patrocínios
scroll up