Neuville isola-se na frente

17 fevereiro 2018

Thierry Neuville não começou a segunda etapa do Rally da Suécia da melhor forma, com um quinto e um sétimo tempos, mas depressa refez a mão e voltou ao ataque para assinar mais três vitórias em especiais antes da derradeira classificativa do dia. Um andamento que permitiu ao piloto da Hyundai isolar-se na frente da classificação e entrar para o último dia de competição com 22,7 segundos de vantagem, o que significa que poderá fazer as três especiais de domingo a controlar os rivais.

Enquanto isso, Craig Breen começou o dia a mostrar ao que vinha. O piloto da Citroën terminou o dia de ontem a cinco décimos do pódio e anulou por completo essa diferença logo ao início da manhã ao subir a terceiro. Não satisfeito, o irlandês continuou a rodar forte para ascender ao segundo lugar na especial seguinte, continuando depois a dilatar a margem para os demais.

Prestação inversa teve Andreas Mikkelsen. O norueguês da Hyundai iniciou a etapa com um andamento algo modesto e depois, no segundo troço, fez um pião e caiu para quarto, recuperando depois uma posição para concluir o dia em terceiro.

Prestação semelhante teve o colega de equipa Hayden Paddon, que caiu para quarto logo no arranque da etapa. O neozelandês ainda recuperou até terceiro, mas por pouco tempo. Ainda assim, o atraso para Mikkelsen é inferior a dez segundos, pelo que está ainda em aberto a possibilidade de um pódio.

A fechar a lista dos cinco primeiros está Mads Østberg. O segundo melhor da Citroën levou a cabo um dia regular, terminando a jornada de trabalho na mesma posição em que começou.

Seguem-se os pilotos da Toyota Esapekka Lappi e Jari-Matti Latvala, com Teemu Suninen (Ford) em oitavo, à frente de Ott Tänak (Toyota). A fechar o Top 10 está o Campeão do Mundo Sébastien Ogier (Ford), que continua a debater-se com dificuldades.

Patrocínios
scroll up