Lappi e Fafe vencem “OneBet Jump of the Year”

21 novembro 2017

A visita do pelotão do Campeonato do Mundo de Ralis à Austrália não se limitou à disputa da última jornada do WRC, serviu também para a incontornável Gala de Prémio do WRC realizada em Sydney, onde a M-Sport foi a rainha da noite.

Mas o Rally de Portugal também foi merecedor de grande destaque. A prova do Automóvel Club de Portugal arrebatou o Prémio de Melhor Salto do Ano, cortesia do voo do finlandês Esappeka Lappi em Fafe no que foi a sua estreia aos comandos de um carro WRC.

Quanto aos restantes prémios, e como já se referiu, as maiores honras foram para a formação de Malcon Wilson, que conquistou os títulos de Campeã do Mundo de Equipas e de Pilotos, pela mão do agora penta-Campeão do Mundo Sébastien Ogier.

Contudo, a noite da M-Sport não se ficou por aqui, com a equipa a receber mais três prémios: Ott Tänak foi eleito pela segunda vez consecutiva o Melhor Piloto WRC do Ano, uma escolha feita pelos fãs do Mundial no site wrc.com; o compatriota e navegador Martin Järveoja foi eleito Melhor Navegador do Ano após impressionante época de estreia no WRC com Tänak; e a formação em si foi considerada a Melhor Equipa do Ano.

Kris Meeke conquistou o Momento Mágico Michelin com a incursão por for a de estrada no Power Stage do México, prova que venceu à geral, enquanto Elfyn Evans viu a sua velocidade urbana na Argentina valer-lhe o DJI Aerial Award.

Thierry Neuville, que garantiu o vice-Campeonato com o triunfo no Rally da Austrália, venceu o Prémio Certina Timing Feat pela vitória por 0,7 segundos de vantagem no Rally da Argentina, ao que juntou ainda o prémio pelo maior número de vitórias em especiais ao longo da época.

Patrocínios
scroll up