Mikkelsen conquista vitória dramática na Polónia

03 julho 2016

Andreas Mikkelsen saiu vitorioso de um dos mais dramáticos eventos do Campeonato do Mundo de Ralis. Ele terminou à frente do compatriota Anders Jaeger para levar de vencida do Rali da Polónia neste domingo.

O piloto do Volkswagen Polo R WRC garantiu a segunda vitória da carreira ao assinar a quinta melhor marca da última especial do Rali da Polónia, o Power Stage. Mas os “estragos” já tinham sido feitos na classificativa anterior, quando então líder Ott Tänak, da DMACK WRT, furou e perdeu mais de 40 segundos, o que o fez cair para segundo da geral.

O contratempo impediu o piloto de se estrear a vencer, da mesma forma que impediu a Ford e a M-Sport de regressarem aos triunfos no Mundial quatro anos depois da terem ganho o Rali de Gales de 2012.

“Puxámos forte durante todo o fim-de-semana,” disse um muito satisfeito Mikklesen. “Tivemos de dar tudo. Sabíamos que seria difícil. Foi como uma guerra e acabámos por ter sorte. Disse ao Tänak, antes da última especial, que lamentava o que lhe tinha acontecido. Mas os ralis são assim.”

Hayden Paddon, da Hyundai, evitou os problemas ao longo das quatro traiçoeiras especiais de domingo para garantir o último lugar do pódio com o i20 WRC. O belga Thierry Neuville ficou a mais 0,8s de distância, em quarto, com o outro carro do construtor coreano.

Jari-Matti Latvala defendeu-se bem dos ataques do Campeão do Mundo e colega de equipa Sébastien Ogier para confirmar a quinta posição. O gaulês Stéphane Lefebvre fez um pião a três especiais do final, danificando muito a suspensão traseira do Citroën DS3, acabando por oferecer o sétimo lugar de bandeja ao colega de equipa Craig Breen.

Mads Østberg levou a melhor sobre o colega de equipa Eric Camilli, colocando o Ford Fiesta RS WRC na oitava posição. Enquanto isso, Teemu Suninen fechou a lista dos dez primeiros e acabou por triunfar entre os WRC2 com o Skoda Fabia R5.

Patrocínios
scroll up